Palavracom's Blog


Investidores que abrirão negócios no Passeio Pedra Branca conhecem projeto da rua compartilhada
maio 16, 2013, 7:10 pm
Filed under: empreendedorismo, Inovação, Sustentabilidade | Tags:

Valério Gomes

Conceito da via diferenciada foi apresentado nesta quarta-feira (15) por diretores do empreendimento aos futuros lojistas do bairro

 Projetado com a missão de ser um dos melhores lugares para ser viver até 2020, o bairro planejado Pedra Branca, localizado em Palhoça, na Grande Florianópolis, construirá neste ano a primeira “rua compartilhada” do Brasil. O conceito desta via diferenciada foi apresentado nesta quarta-feira (15/5), em primeira mão, aos investidores que abrirão novos negócios no Passeio Pedra Branca, espaço privilegiado para lazer, trabalho, diversão e compras que está em construção no coração do novo centro do “bairro-cidade”.

De acordo com Valério Gomes, presidente do grupo que administra o empreendimento, a ideia é construir uma rua sem calçada, sem meio-fio, onde todos andam no mesmo nível e a prioridade é o pedestre. A chamada “rua compartilhada” já é conhecida. Ela existe em vários países e foi apresentada como ideal para o bairro após consultoria do Gehl Architects, um dos mais renomados escritórios de urbanismo do mundo. À frente desta realização, a arquiteta paisagista catarinense Juliana Castro destaca que a valorização do espaço público é um dos grandes diferenciais da Pedra Branca. “Cada elemento (do mobiliário as árvores) que integrará esta inovação urbana foi pensado para criar um lugar diferenciado para as pessoas conviverem” descreveu.

A apresentação aumentou ainda mais a expectativa dos futuros lojistas do bairro continental que estão em contagem regressiva para abertura de seus negócios no Passeio Pedra Branca a partir de setembro deste ano. É o caso do casal Cristina e Leandro Ramos, que abrirá uma loja de produtos naturais anexa a um café orgânico. “Escolhemos a Pedra Branca primeiro pelo fato de acreditarmos em seu projeto voltado para sustentabilidade, e depois por acreditarmos que essa área está em constante evolução e crescimento”, afirma Cristina.

Todo o diferencial deste novo ambiente é exaltado pela coordenadora do Passeio Pedra Branca, Nara Schutz, responsável por atrair marcas conhecidas como Hippo Supermercados, Subway, Sesi farmácias e Gelateria do Max para o bairro. “Além de prezar pelo conforto dos pedestres e ciclistas, o novo centro do bairro será elegante e exclusivo, de modo a criar um novo estilo de vida entre os moradores”, frisa.

 Conceito Rua Compartilhada

 Para que a prioridade aos pedestres fique em evidência, demarcações limitarão o acesso aos automóveis nas faixas laterais. Já para os pedestres, o caminho será livre. “O pedestre poderá andar por onde quiser. Se atravessar na frente de um carro, este terá que parar para que ele passe”, explica Dilnei Bittencourt, um dos engenheiros responsáveis pelo projeto Para isso, a velocidade dos automóveis em nenhuma hipótese passará de 10km/h.  A rua não será uma via exclusiva de ligação. Com exceção de quem mora ou trabalha no local, quem não está disposto a trafegar em uma velocidade tão baixa, pode pegar outros trajetos. O trecho, com cerca de 250 metros (aproximadamente três quarteirões), ligará à Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) a praça central do bairro e terá iluminação sofisticada e pavimentação de basalto.

 

Anúncios


Com apoio da CDL de Florianópolis, cidade ganha primeiro portal de serviços para micro e pequenas
março 26, 2013, 7:37 pm
Filed under: Comércio, empreendedorismo, Gestão, Inovação, Tecnologia

NexxCity permite gerenciamento financeiro e pagamentos online com custos a partir de R$ 30 por mês

 

Com apoio da CDL de Florianópolis e a presença da vice-presidente da entidade. Sara Camargo, o Grupo Nexxera lançou nesta segunda-feira (25) o primeiro portal da internet para micro e pequenos empreendedores, que, em função dos custos da implementação do sistema, ainda não utilizavam serviços online para gerenciamento financeiro, pagamentos e emissão de nota eletrônica. Agora, a um custo mensal que varia entre R$ 30 e R$ 220, eles podem utilizar o primeiro portal do país que disponibiliza este tipo de serviço.

O projeto Nexxcity havia sido prometido pelo presidente da Nexxera, Edson Silva, quando a empresa – que há 20 anos desenvolve soluções na área financeira e corporativa e tem como clientes 300 das 500 maiores empresas do país – recebeu da Assembleia Legislativa, pela segunda vez, o prêmio de empresa cidadã. “Os micro e pequenos empresários são responsáveis por 25% do PIB brasileiro e geram mais de 60% dos empregos do país. O problema é que muitas empresas quebram por falta de gerenciamento financeiro, por não saber administrar o que têm para receber. Esta iniciativa não nasceu de uma ideia, mas da necessidade do mercado”, ressaltou.

Em vez de arcar com custos de implantação de sistemas e softwares, que podem custar algumas dezenas de milhares de reais, fora a manutenção mensal, segundo ele, com o NexxCity “é possível ter um sistema completo de gestão financeira, fluxo de caixa e antecipação de recebíveis a partir de R$ 100”. Com abrangência nacional, o NexxCity terá inicialmente duas bases de apoio para atendimento e treinamento na Capital, uma delas na sede do Grupo Nexxera e outra na CDL de Florianópolis. Segundo Edson Silva, o serviço já deve estar inteiramente disponível aos usuários a partir de abril.  Outro aplicativo à disposição – e gratuito – é o Yupee, um gerenciador financeiro pessoal que permite também receber e pagar boletos, além de guardar os comprovantes.

A empresa, através do Instituto Nexxera, já foi parceira da CDL de Florianópolis num projeto de qualificação profissional – o curso “Aprender a Vender”, destinado a comunidades carentes – realizado no final do ano passado. “A Nexxera já é nossa parceira em outra atividade da área social e temos tudo para ter outra feliz parceria”, disse Sara Camargo. “O que vocês estão oferecendo é a informação. E quem tem a informação sai na frente. Vamos crescer muito com isso.”

“O futuro econômico de Florianópolis é a indústria do conhecimento, a economia criativa. Vamos incentivar as empresas locais a utilizarem este serviço para que a cidade seja reconhecida pelo potencial inovador”, assinalou o prefeito Cesar Souza Junior. O lançamento do portal aconteceu no auditório da Fecomércio, também apoiadora da iniciativa, assim como a Prefeitura.



ECOM 2012: Mundo do comércio eletrônico vem a SC
novembro 21, 2012, 5:42 pm
Filed under: Comércio, empreendedorismo, Gestão, Inovação

Seminário promovido pela FCDL SC aborda tendências e oportunidades da era digital para o varejo  

 

                Um setor que multiplicou seu faturamento por 30 em dez anos e que no ano passado realizou transações comerciais com 9 milhões de brasileiros será tema de um encontro que vai mobilizar a web, as mídias sociais, o universo digital e, claro, os empresários do varejo: sob patrocínio da Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC), a Grande Florianópolis vai tratar do comércio pela internet ao receber, nesta quinta-feira (22), o ECOM 2012, o II Seminário Nacional de Comércio, Negócios e Meios de Pagamento, que vai acontecer na sede dos Correios no bairro Floresta, em São José (à margem da BR-101).

Não poderia haver assunto mais pontual para o varejo em geral: o comércio eletrônico faturou nada menos que R$ 31,7 milhões em 2011 e vem a cada ano tornando-se mais acessível às classes populares: 61% dos compradores no ano passado pertenciam à classe “C” e 38% declararam renda familiar entre R$ 1 mil e R$ 3 mil. O ECOM 2012 deve abordar vários aspectos que envolvem o desenvolvimento do setor de e-commerce, suas estratégias, a logística, a tecnologia e suas expectativas para o futuro. Até como montar uma loja virtual o encontro irá ensinar.

O novo mundo dos negócios na era digital e a Copa de 2014 é a primeira palestra do evento, às 10 horas, a ser proferida pelo diretor-geral da ECOM 2012, o jornalista Marcelo Castro, especialista em marketing estratégico e comunicação institucional. Depois dele, Luciano Rego, do Sebrae, vai falar sobre Empreendedorismo na era digital. Ainda no período da manhã, Felipe Ronan, executivo do UOL, fala sobre Como as PMEs podem alavancar o seu negócio pelo comércio eletrônico e Natália Hespanholeto, da Redecard, explica Como se preparar para o futuro do e-commerce.

À tarde, quatro palestras: Logística no comércio eletrônico (por Marco Antônio Bendin, dos Correios), Como entrar no mundo dos negócios eletrônicos (por Luís Henrique Pelizon, executivo da Ciashop), Tecnologia e mobilidade – Um mundo de oportunidades para os negócios(por Márcio Galina, da Vivo) e Estratégias de redes sociais para empresas (pelo sócio-diretor da Facileme, Rodrigo Demétrio).

Para finalizar, um curso: Montando uma loja virtual (conceitos & prática), apresentado pelo consultor e especialista em comércio eletrônico Fábio Vargas.



Empreendedorismo: Estudantes catarinenses viverão um dia de sombra
outubro 9, 2012, 6:03 pm
Filed under: empreendedorismo, Terceiro setor | Tags: ,

Programa promovido pela Junior Achievement levará 180 jovens para acompanhar a jornada de empresários

Nesta quarta-feira (10), 180 empresários de seis cidades catarinenses terão uma ‘sombra extra’ durante toda sua jornada de trabalho. Estudantes do ensino médio de Florianópolis, São José, Blumenau, Lages, Gaspar e Joaçaba participarão do programa Empresário-Sombra Por um Dia, promovido pela Junior Achievement, e irão acompanhar individualmente um executivo, desde o café da manhã, às 9h, passando pelas leituras de e-mails e jornais, reuniões, até o termino das atividades da empresa, às 18h.

A iniciativa oferece aos estudantes uma visão real do mundo empreendedor e mostra de que maneira conhecimentos adquiridos na escola e nos programas da Junior Achievement podem ser aplicados em suas futuras carreiras. Já os empresários, acompanhados de suas sombras, fortalecerão o envolvimento de seus negócios no processo educacional, além de promover a responsabilidade social. Dos 180 jovens que participarão do programa, 100 são da Grande Florianópolis, 25 de Lages, 50 de Blumenau e Gaspar e cinco de Joaçaba.



Programa Miniempresa forma jovens empreendedores

Junior Achievement realiza evento para estudantes que participaram das atividades em 2012

 A Junior Achievement forma, nesta terça-feira (04), em Florianópolis mais um grupo de jovens egressos do Programa Miniempresa. A partir de agora, estes jovens poderão utilizar estes conhecimentos ao entrar no mercado de trabalho ou até mesmo se tornar um empresário. O curso proporciona a estudantes do ensino médio de escolas públicas e privadas, a experiência prática em criar uma empresa, como administrá-la em relação ao controle de fluxo de caixa, de estoque, vendas e produção e como desenvolver produtos e as estratégias de comercialização. Após quatro meses de muito trabalho e dedicação, alunos de 10 escolas da Grande Florianópolis receberão seus diplomas no Teatro Pedro Ivo, na SC 401, a partir das 20h. Na solenidade, o paraninfo das turmas será o diretor regional do Senai/SC, Sergio Roberto Arruda, presidente do Conselho Diretor da entidade. Ainda para este mês, estão marcadas as formatura das turmas dos municípios de Lages (12/09) e Blumenau (13/09). “Com o programa despertamos nos jovens o espírito empreendedor, além de dar a ele uma nova visão sobre o que quer o mercado de trabalho”, declara Evandro Badin, diretor executivo da Junior Achievement em Santa Catarina.

 A Junior Achievement é a maior e mais antiga organização de educação prática em economia e negócios, envolvendo mais de 9 milhões de jovens por ano em 123 países. Criada em 1919, esta organização sem fins econômicos tem como missão inspirar jovens a empreender, despertando nos alunos do ensino fundamental, médio e universitário, de instituições públicas e particulares, o espírito empreendedor. Presente em Santa Catarina desde 1997, já beneficiou mais de 180 mil jovens no estado, através do envolvimento de 90 empresas e 4 mil voluntários.A entidade é mantida e administrada por empresas privadas que apoiam com recursos financeiros, bem como cedendo voluntariamente executivos que possam transferir suas experiências, implantando e acompanhando os programas nas escolas. Para este ano, a meta é atender mais de 40 mil adolescentes em 46 municípios catarinenses.

Confira abaixo as escolas e miniempresas que participaram do programa em 2012:

Grande Florianópolis:

Colégio Bom Jesus – Macro & Me S.A/E

Colégio Catarinense Diurno – NID S.A/E

Colégio Catarinense Noturno – Easy Bag S.A/E

Colégio Dom Jaime Câmara – Note Art S.A/E

Colégio Elisa Andreoli – Decken S.A/E

Escola Jovem de São José – Agatha Acessórios S.A/E

Colégio Geração – Pocket Towel S.A/E

Instituto Estadual de Educação – T-Shirt by Young Folks S.A/E

Instituto Estadual de Educação – Sacomé S.A/E

Instituto Técnico Federal de Santa Catarina( Florianópolis) – Solutions Fones S.A/E

Instituto Técnico Federal de Santa Catarina (São José) – TR Inovações S.A/E

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires – Shelf S.A/E

SENAC – Inove Bag S.A/E

Lages:

EEB Nossa Senhora do Rosário – New Vision  S.A/E

Senai – J. Achievers – S.A/E

 

Blumenau:

 EEB Luiz Delfino – Desenrola Fone S.A/E

EEB Pedro II – Almofahugs S.A/E

EEB Professor Honório Miranda S.A/E

EEB Frei Godofredo – Arte Caixas S.A/E

EEB Professor João Widemann – Click  Art S.A/E

Colégio Sagrada Família – Kbcabos S.A/E

Colégio Madre Francisca Lampel – Caps Lock S.A/E

Senai – Try S.A/E

Etevi – Imaginária S.A/E

Cedup – Essencias do Brasil S.A/E



Gran Mestri inaugura neste sábado parque industrial em Guaraciaba (SC) para produção de queijos finos
agosto 17, 2012, 3:31 pm
Filed under: empreendedorismo, Indústria | Tags: ,

Situada no município que responde pela segunda maior produção leiteira do Estado de Santa Catarina, a Gran Mestri inaugura neste sábado (18), às 14h30, em Guaraciaba (extremo Oeste), seu novo parque industrial, com área construída de 12 mil metros quadrados e geração de 200 empregos diretos. Fabricante do nobre e milenar queijo tipo grana padano, a empresa trabalha hoje com 200 pequenos e médios produtores da região, com base de fornecimento diário de 500 litros de leite cada um. Acari Menestrina, proprietário da indústria, quer chegar a mil fornecedores em dois anos.

Foram investidos R$ 28 milhões na ampliação, que deixou a área construída da empresa seis vezes maior do que seu núcleo original, inaugurado em dezembro de 2004. Com a nova unidade, a Gran Mestri está ampliando também sua produção: mantém o grana, mas investe ainda na manteiga e nos queijos do tipo pecorino (com leite de ovelha), montanhês e parmesão. No total, vai produzir 30 toneladas de queijo diariamente, dez por cento disso de grana padano.

Todo o equipamento para a produção e todos os ingredientes são importados. De acordo com Menestrina, a Gran Mestri é a única empresa brasileira a produzir queijo dentro dos padrões internacionais de qualidade. Mestres queijeiros italianos vêm a cada três meses ao Brasil para acompanhar a produção.

Com 12 câmaras frias, a indústria tem capacidade de armazenar um milhão de quilos de queijo e prevê um faturamento de R$ 150 milhões ao ano. A produção tem foco no mercado interno, que, segundo Menestrina, cresce rapidamente: “O brasileiro consome de 2,8 a 3 quilos de queijo por ano, mas nos dois últimos anos houve um crescimento de mais de 80% nessa linha de consumo. O hábito está mudando. Só em Chapecó eu vendo mil quilos de Gran Mestri por mês”, garante. “E o Brasil tem 40 milhões de pessoas de altíssimo poder aquisitivo. É para essas pessoas que nós vamos produzir.”

Para a inauguração, estão confirmadas as presenças da ministra Ideli Salvatti, do governador Raimundo Colombo e dos senadores Luiz Henrique da Silveira e Casildo Maldaner.

O queijo

O grana padano é um dos queijos mais saborosos do mundo, fabricado com requintadas e imutáveis técnicas milenares. De paladar delicado e aroma frutado, tem origem na região da Padânia, Norte da Itália. Narra a lenda que foi criado por religiosos que queriam aproveitar o excedente de leite e elaboraram um queijo de massa dura, que, durante a cura, mantinha inalteradas as propriedades nutritivas do leite e que conferia ao produto um sabor excepcional. A estrutura granulosa justificou o nome de ‘grana’ e, com o passar dos anos, o sabor doce e agradável ganhou o mundo como uma obra-prima italiana. O queijo, cuja manufatura prossegue repetindo as técnicas originais, exige de 12 a 24 meses de maturação, onde é virado e escovado a cada dez dias “para respirar”, até chegar ao estágio de consumo. A cada 900 litros de leite, são produzidos dois queijos de 40 quilos cada.



Parceria com Santander traz vantagens a associados da CDL de Florianópolis
julho 11, 2012, 5:53 pm
Filed under: Comércio, empreendedorismo | Tags: , ,

Descontos em tarifas e facilidades no crédito estão entre os benefícios

Mais oportunidades de crédito, taxas e tarifas que estimulam o desenvolvimento das empresas. Este é o objetivo da parceria que a CDL de Florianópolis oficializa no dia 12 de julho, às 9 horas com o Santander, que vai garantir aos associados benefícios como descontos em taxas e apoio na gestão. Pelo contrato, os associados terão direito de desconto de 10% nas taxas de produtos ativos e 20% de desconto em taxas de produtos cash.

Além disso, está prevista a isenção de tarifas para a adesão da máquina Santander, levando-se em consideração o faturamento da empresa. O banco vai disponibilizar, ainda, cheque especial, capital de giro, uso de máquina para cartão de crédito, capacitação de recursos financeiros e melhores taxas de juros a quem fizer a adesão.